Navigation Menu+
O Lado que Não Veem
Read more

Argumentos não eram um recurso que ele utilizava de forma ativa e contra-argumentos simplesmente não existiam. Assim, os diálogos com ele e contra ele eram verdadeiros monólogos. Preferia manter-se calado e passivo nas discussões, pois sentia como se estivesse sempre errado. Optar pelo silêncio era sua fuga. Afinal, se as pessoas não entendiam o seu ponto de vista, o problema basicamente não era...

Read more
À Frente de Todos
Read more

À Frente de Todos

Apr 28, 2015 by

Ele era sempre o vencedor das disputas que montava em sua cabeça. Como motorista parado esperando o sinal abrir, como pedestre esperando o sinal fechar, ou como consumidor em uma mesa de bar. Não importa onde estivesse, o que fazia, com quem estava. Suas ações eram pautadas em arrancar primeiro, chegar primeiro, consumir primeiro. A vida era um túnel para apenas uma pessoa. E...

Read more
O Custo do Convite
Read more

O Custo do Convite

Apr 14, 2015 by

Há muito ele já admitia o motivo pelo qual gosta de receber visitas. Amigos, parentes e vizinhos, a nova namorada do irmão, a amiga de sua mãe ou o casal que acabara de se mudar para a casa ao lado. Ser anfitrião virara seu hobby. Nada o satisfazia mais que observar e escutar quão fascinadas ficavam as pessoas ao entrar em sua casa. Isso...

Read more
Instigar, o Ofício
Read more

Instigar, o Ofício

Mar 30, 2015 by

Nunca ficava em cima do muro. Não que suas opiniões valessem alguma coisa, pois só as utilizava para semear uma pequena porção de discórdia entre as pessoas, manipulando-as para ver até onde conseguiam discutir de forma saudável e até quando conseguiriam guardar aqueles pensamentos trancados a sete chaves. “Todos tem uma concepção sobre algo, não importa o que. Mas preferem levá-la para o túmulo,...

Read more
Parte de quem ela é
Read more

Ela sempre precisou de atenção e isso guiava sua forma de vestir e agir. No entanto, evita os olhares das ruas, afinal, o que eles oferecem não é das melhores e tampouco a completa da forma como acha que mereça. “Você tem que se guardar para olhos cheios de ostentação, distintos e excêntricos”, diz para si mesma numa manhã enquanto vislumbra seu reflexo no...

Read more
Redenção e reconquista
Read more

Mesmo que as brigas começassem sem qualquer motivo aparente, sabia ele, já não atrapalhavam mais os vizinhos. O roteiro se repetia: num dia ela se queixava da desordem, noutro, o cobrava uma lembrança julgada supostamente esquecida, em outro, uma atitude descabida. Não importava porque, o fim era sempre o mesmo. Ele jurava amores com flores, desculpas, lágrimas e promessas. Na manhã seguinte a acordava...

Read more